segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Jamala grava video de "I Believe in U" no Sul de Portugal (2017)


A cantora Ucraniana Jamala que venceu o Festival da Eurovisão 2016, Jamala, lançou em 17-05-2017 o video clip do seu mais recente single, "I Believe In U", que foi rodado em Portugal em localidades diversas, como Sintra, Ericeira, arredores de Lisboa e Alentejo.

O video contou com a participação de vários actores portugueses como Fábio Taborda e Vanessa Taborda (como pais do jovem protagonista), Rodrigo Duarte (o herói em criança), Bruno Lagrange (o herói na adolescência) e Gonçalo Vilardebó (o herói em adulto).

A cantora interpretou este tema na grande final da Eurovisão de 2017, durante o intervalo.


















 Video: Youtube

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

"Paraíso" de Flavia Coelho "recriado" na Madeira (2016)


Flavia Coelho, cantora brasileira radicada em França, filmou um dos seus mais recentes vídeos na Ilha da Madeira. Zonas como o Fanal, Câmara de Lobos, Mercado dos Lavradores e Funchal surgem em destaque. Veja o vídeo, ouça a música e relaxe!


















Video: Youtube

Fonte (texto): "Somos Madeira"

domingo, 15 de outubro de 2017

100 anos de filmes rodados na Madeira (3) - Década de 80


Paulo Branco começou a produzir filmes de Raul Ruiz na década 80. O primeiro filme foi rodado no continente, mas posteriormente filmou "Les trois couronnes du matelot" ("As três coroas do Marinheiro" de 1983), "Point de fuite" ("Ponto de Fuga" de 1984) e "Les Destins de Manoel" ("Manuel na ilha das maravilhas" de 1984) na Madeira. E a sua esposa, Valeria Sarmiento, dirigiu "Notre mariage" em 1984.


"Les trois couronnes du Matelot" é uma delirante viagem surrealista onde a Madeira ocupa lugar de destaque como uma exótica ilha nos mares tropicais da... América do Sul.

Rodado parcialmente na cidade do Funchal, contou com a produção de Paulo Branco e a participação de actores portugueses como Adelaide João, Diogo Dória e José de Carvalho.


"Point de Fuite", com direcção de fotografia de Acácio Rosa, teve a participação de Paulo Branco (como produtor e actor), Ana Marta, José Maria Vaz da Silva (familiar do produtor António Vaz da Silva), Vasco Pimentel e  Joaquim Pinto (como responsáveis pelo som e actores), João Bénard da Costa e Júlia Correia.


“Les Destins de Manoel” é um “(...) filme onde feérico se cruza com a saudade e a ternura infantil que nunca se havia feito no cinema nacional (...). A ideia original do filme foi de João Botelho.

É de realçar a participação de alguns actores madeirenses, tais como o miúdo Rúben de Freitas e Marco Paulo de Freitas que interpretam a personagem Manuel durante a infância e a sua adolescência”.



Em "Norte mariage", primeiro filme de Valeria Sarmiento, com co-produção de Paulo Branco e António Vaz da Silva, participam, em papéis secundários, os actores portugueses Cecília Guimarães (Basili), Luís Lucas (Gérardo), Fernando Heitor (Jaime), Filipe Ferrer (advogado) e Alexandre de Sousa (médico).

 “Les tricheurs” ("Os Batoteiros") (1984)


Entre 21 de fevereiro e final de abril de 1984 é rodada uma película intitulada “Les tricheurs” ("Os Batoteiros"), produzida por Paulo Branco e realizada por Barbet Schroeder, um dos directores de cinema mais conhecidos que trabalhou na Madeira.

O argumento foi adaptado das memórias de Steve Baës, um jogador compulsivo (que já participara no filme "Ponto de Fuga" de Raul Ruiz), que foi igualmente conselheiro técnico e interpretou ... o gerente do Casino da Madeira.

Virgílio Teixeira, Bulle Ogier e Jacques Dutronc

O filme rodado, quase totalmente, no interior do Casino contou com a presença de Virgílio Teixeira, num pequeno papel memorável como Toni, um "croupier" corrupto, bem como a participação de outros actores como Carlos César, Carlos Wallenstein, Tozé Martinho, Leandro Vale e Roger Sarbib (que participara nos filmes de Jesus Franco).

“Ennemis intimes” ("Inimigos Íntimos") (1987)

 

 "Ennemis intimes" do realizador Denis Amar marcou o regresso de Cunha Telles à Madeira, tendo sido rodado nos montes do Caniçal, entre março e setembro de 1987, onde foram edificados os cenários para filme. Teve como figurantes alguns madeirenses.

Com um enredo simples, o filme conta-nos a história passada numa sala de cinema isolada onde dois homens, marido e amante, lutam pela mesma mulher, sendo obrigados a unir forças para resistir a um bando de desordeiros que quer invadir o edifício para ajustar contas com um deles.




Fontes/Mais informações: Ana Paula Almeida (Aprender a Madeira e Tese) / Ciclo de cinema / Folha de Sala (1) / Raul Ruiz (1)(2) / "Tricheurs" (1) (2) / "Ennemis intimes" (1)(2) (3)  / DN (Ciclo de cinema)

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

100 anos de filmes rodados na Madeira (2) - Décadas de 60 e 70

Amália em "As Ilhas Encantadas" (1965)

António Cunha Telles, produtor e realizador madeirense, é um nome fundamental para o cinema português das décadas de 60, 70 e 80. Fundador das Produções Cunha Telles surge associado a filmes produzidos no Arquipélago da Madeira, como "Vacances portugaises", filme de Pierre Kast de 1961 rodado na Ilha Dourada em Porto Santo, e "As ilhas encantadas" do luso-francês Carlos Viladerbó.

Na década de 70 podemos referir as produções estrangeiras  "Madeira, Island and its people" (1972) de Norman Mackenzie e a série de TV alemã "Piet auf hoher See" (1971) de Horst Deuter, mas o principal destaque recai sobre diversas produções de Jesús Franco filmadas na primeira metade da década de 70.



Jesus Franco e a Ilha da Madeira


A ligação de Jess Franco a Portugal não se resume à colaboração de Soledad Miranda,  que falecera de acidente em 1970, e Carmen Yazalde (por vezes creditada como Britt Nichols), que participou em 7 filmes do realizador espanhol. É em Portugal que arranja produtores e realiza filmes, quer no Continente quer na ilha da Madeira.

As principais produções que contém imagens gravadas na Madeira são datadas da primeira metade de década de 70, como "Al outro lado del espejo" (filme de 1973 também conhecido como "Obscene Mirror", "Inside the Dark Mirror" ou "The Other Side of the Mirror" pois era habitual Jesús Franco lançar várias versões), "Erotic Rites of Frankenstein" (1973), "Un capitán de quince años" (1974), "Lustful Amazons" ("Maciste contre la reine des Amazones" de 1974),  "Female Vampire" (também conhecido como "La Comtesse Noire" - nome provisório de uma versão não hardcore ou "Les Avaleuses" de 1975) e "Les Glutonnes" (1975). E retorna à Madeira em 1981 para rodar "Linda". 


Os filmes "Obscene Mirror", "Maciste contra a Rainha das Amazonas" e "Maciste contra Atlântida" contam com a participação do músico madeirense Tony Cruz, que fazia parte do conjunto de Roger Sarbin. Um diálogo com Robert Wood, que em "Obscene Mirror" representa um trompetista de um conjunto, sendo o madeirense o cantor e baterista desse grupo. O tema "Madeira love" do conjunto de Roger Sarbib foi regravado por uma cantora norte-americana. Nos outros filmes Tony Cruz participa como "guarda do tesouro", em cenas filmadas no Ribeiro Frio.

Roger Sarbib participa em "Al otro lado del espejo", "Maciste contre la reine des Amazones" e "Les Glutonnes".

"Obscene Mirror" (1973)

Quase inteiramente rodado no Funchal. A mansão onde a protagonista vive é o Pestana Miramar (onde provavelmente a equipa terá ficado hospedada).



Cerveja Brisa

Igreja de São Martinho

Cena rodada no Teatro Baltazar Dias
Referência à Ilha da Madeira

"Erotic Rites of Frankenstein" (1973)

Filme rodado em Cascais mas incluindo algumas cenas filmadas na Madeira.

Capela de Fátima

Largo da Fonte (Monte)

Ribeiro Frio

"Un capitán de quince años" (1974)

 "Un capitán de quince años" foi, em grande parte, rodado num barco e numa densa floresta. No início do filme é possível ver o exterior do Forte Santiago no Funchal.


"Female Vampire" (1975)

Um dos principais cenários foi o Hotel Sheraton (actual Pestana Carlton).
 

Ao fundo o "Reids Palace" onde morava o Dr. Orloff

Câmara dos Lobos
Figurantes a olhar para a câmara de filmar

"Les Glutonnes" (1975)

A maior parte do filme foi rodado na Madeira, sobretudo em Porto Moniz. No início do filme podemos ver uma Capela do Monte em Ribeiro Frio, que já aparecera no filme "Erotic Rites of Frankestein".




Fontes/Mais informações: Tapatalk (Jesus Franco) / Ana Paula Almeida (Aprender a Madeira e Tese) / Ciclo de cinema / Folha de Sala (1)  / sobre Tony Cruz (Aprender a Madeira) / Original e Versão de "Madeira Love" / Blog sobre Jess Franco /  DN (Ciclo de cinema)